Inicia-se a articulação para o Congresso Cultura Viva Comunitária

Fonte:Instituto Pólis | Autora: Marina de Souza

O primeiro encontro de mobilização dos pontos de cultura de São Paulo para a participação no I Congreso Latinoamericano Cultura Viva Comunitária, em La Paz, Bolívia, de 17 a 21 de maio de 2013, aconteceu no dia 19 de fevereiro no Instituto Pólis.

O historiador e escritor, Célio Turino, fez a contextualização dos projetos de pontos de cultura nos diferentes países da América Latina. Adriano Mauriz, do Ponto de Cultura Galpão Cultural em Construção, e Hamilton Faria, coordenador do Pontão Convivência e Cultura de Paz, trouxeram a experiência da caravana latino-americana realizada em junho de 2012 de Copacabana, Bolívia, à Copacabana, Rio de Janeiro, para a Cúpula dos Povos da Rio+20. E o coordenador do Laboratório de Politicas Culturais da UFRJ e membro da Comissão Organizadora do Congresso, Alexandre Santini, trouxe as atualizações sobre a articulação do evento dentro e fora do país.

Depois das falas ouve o espaço para debate e, principalmente, a organização da caravana de São Paulo para La Paz. Com cerca de 50 pessoas, o encontro levantou ideias e propostas para a logística, comunicação, alimentação, hospedagem e demais orientações para viabilizar a participação de um grande número de pessoas.

Entre os principais encaminhamentos da conversa estão, o contato com as possíveis parcerias com o poder público, MinC, Secretaria Estadual de Cultura e secretarias municipais; a formação de uma rede de comunicação para articulação, um grupo de e-mails e uma página na plataforma bloosfera e orientações específicas sobre os cuidados na região de alta altitude. Um documento com todas as propostas levantadas será sistematizado e divulgado para a os interessados.

Todos receberam a convocatória oficial do Congresso lançada pela Plataforma Puente Cultura Viva Comunitária, rede criada para unir os atores do programa, em que é possível obter as informações sobre o evento. Além do e-mail para contato congresoculturaviva@gmail.com, que recebe, inclusive, as solicitações de carta-convite para o edital de intercâmbio do Ministério da Cultura, que custeia translado para atividades artísticas etc.

Quem não conseguiu acompanhar o encontro pode acessar o vídeo da cobertura streming realizada no dia:

 

CULTURA VIVA COMUNITÁRIA – Son aquellas expresiones artísticas y culturales que surgen de las comunidades, a partir de la cotidianidad y la vivencia de sus territorios. Es una experiencia   de formación   humana, política, artística y cultural que reconoce y potencia las identidades de los grupos poblacionales, el diálogo, la cooperación, la coexistencia pacífica, y la construcción colectiva, hacia el fortalecimiento de una Democracia deliberativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 1 =